19 novembro 2005

As Últimas Cartas do Agostinho - 1

Resumo da ideologia do Povo Português nos séculos XIII e XIV, transmitida ao Brasil por seus adeptos que ali se foram acolher; passada ao futuro e, por ele, à criativa Eternidade para os que emigrem para o mais íntimo de si próprios e aí se firmem para sempre.

Missão de Portugal: Sacralizar o Universo, tornando Divina a Vida e Deus real.

Meios: Desenvolvimento dos Povos pela inteira aplicação da Ciência e da Técnica, inclusive nos sectores da Economia, da Política, da Administração Pública e da Filosofia. Conversão da pessoa à adoração da Vida.

Características do que houver no Sagrado: Criança como a melhor manifestação da poesia pura e como inspiradora e suporte, e incitadora a ser criança de todos os que existam. O gratuito da vida. A plena liberdade de todo o ser.

Dezembro de 92. Com toda a vontade de lhe ser fiel - Agostinho

Ode breve à Concepção
o dia é oito o mês doze
a vitória brilhará
àquele que tímido ouse

a vida não principia
ninguém sabe donde veio
talvez seio dê o leite
talvez leite crie o seio

vida e morte nunca estão
vão somente perpassar
naquilo que nunca passa
nem sabemos nomear

é-nos Deus o Cristo vivo
Cristo nos revela Deus
teu triunfo e meu sofrer
tanto são meus como teus

tudo o que tem de sair
sai sem vontade ou espinho
como isto que foi ditado
ao servidor Agostinho

2 comentários:

Amigo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Edições Casa de Estudos de Alhos Vedros (CEAV) disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.