27 março 2007

Simply Red

YOU MAKE ME FEEL BRAND NEW

A LINHA DA VIAGEM

UM CONTO COREOGRÁFICO EM TERRAS DE NADIR
Criação Madalena Victorino
Co-produção Teatro Maria Matos
Interpretação e co-criação Ainhoa Vidal e Giacomo Scalisi

TEATRO O BANDO > Vale dos Barris / Palmela

Até 15 Abril
Sábado às 22h Domingo às 16h

Teatro/Dança M/6 + informações e reservas: 21 233 68 50

26 março 2007

Lições de Vida


É só inquietação, inquietação
É só inquietação e excitação
Porquê não sei, porquê não sei,
porquê não sei ainda.

há sempre alguma coisa que está para acontecer
qualquer coisa que eu devia conhecer,
porquê não sei, porquê não sei,
porquê não sei ainda.

Mas sei que essa coisa é que é linda!...

(excerto de uma canção do José Mário Branco...)

24 março 2007

Para mim os animais importam

Muito obrigado pelo apoio à campanha Para Mim os Animais Importam! Você faz parte de um grupo crescente de pessoas de todo o mundo que se importa com os animais e acredita que deve haver um reconhecimento internacional da importância do seu bem-estar.

Queremos que os governos apóiem uma Declaração Universal de Bem-estar Animal. Esta Declaração representaria um reconhecimento global de que os animais podem sentir dor e sofrer, estejam onde estiverem em qualquer lugar do mundo, e incentivaria os governos a melhorar os padrões de bem-estar animal dentro de suas fronteiras.

http://dotm1.net/t.aspx?l=368394&i=104859386

Austrália foi descoberta pelos Portugueses

Seja feita justiça: foram os portugueses e não os britânicos, nem os holandeses, que descobriram a Austrália. Foram os portugueses e isso só não se soube antes por culpa dos franceses. É o que afirma um livro publicado na Austrália, que mostra uma carta náutica abandonada numa biblioteca de Los Angeles, nos Estados Unidos, provando que Cristóvão de Mendonça foi o primeiro a pôr os pés no território. Só que uma tradução mal feita em França escondeu durante séculos o seu feito.

O jornalista e historiador australiano Peter Trickett encontrou os dois mapas da polémica "por acaso". E não tem dúvidas: "Eles fornecem provas notáveis de que navios portugueses fizeram essas viagens corajosas de descoberta em 1520. Isso foi um século antes dos holandeses e 250 anos antes do capitão James Cook [que reclamou para o Reino Unido a descoberta em 1770]", diz.

Em entrevista à Reuters, Trickett disse que se deparou com uma cópia do mapa numa livraria há oito anos. Ali encontrou uma reprodução do Atlas Vallard, uma colecção de 15 mapas feitos à mão até 1545 em França. Dois deles intitulavam-se "Terra Java" e apresentavam semelhanças com a costa australiana. "Havia algo familiar neles, mas também havia algo de errado, era um quebra-cabeças. Porque teriam aqueles lugares nomes portugueses?", inquietou-se. Cerca de 120 locais tinham nomes em português.

Trickett percebeu então que os cartógrafos franceses poderiam ter alinhado mal dois mapas portugueses. "Os mapas originais teriam sido desenhados em pergaminhos de pele de carneiro ou cabra, de tamanho limitado. Para uma costa do tamanho do leste da Austrália, de 3500 quilómetros, seriam precisos três a quatro mapas", explicou o historiador.

A explicação para o engano será então que "sem marcações de bússolas claras era possível juntar o mapa de duas maneiras". E os franceses tê-lo-ão feito da pior maneira, da maneira errada. Para Trickett, os mapas foram feitos por Cristóvão de Mendonça, que saiu de Portugal com quatro navios numa missão secreta para descobrir a "Ilha do Ouro" de Marco Pólo, no sul de Java. Tendo descoberto a Austrália, terá mantido o feito em segredo para evitar que outras potências europeias da época se lhe seguissem.

Ângela Marques

http://dn.sapo.pt/2007/03/22/sociedade/australia_descoberta_pelos_portugues.html

Museu da Língua Portuguesa faz 1 ano

O Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, completa nesta quarta-feira (21 Março) um ano de atividades com um recorde de 580 mil visitantes, o que faz do espaço na Estação da Luz um dos museus mais visitados do Brasil.

O museu foi construído a partir de uma parceria entre as fundações Roberto Marinho e Calouste Gulbenkian, além de empresas privadas e entidades governamentais. A cidade de São Paulo foi escolhida para sediar o museu porque reúne a maior população de falantes da língua portuguesa no mundo, atualmente mais de 10 milhões de pessoas.

"O Museu da Língua Portuguesa é um exemplo que deve ser seguido por outros países", disse nesta quarta-feira o presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL), Marcos Villaça, que defendeu que os demais membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CLPL) criem instituições semelhantes, como forma de fortalecer o idioma.

A CPLP é formada por Brasil, Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. "A expressão oficial do idioma precisa de instrumentos fortes e ágeis", salientou o presidente da ABL. "O Brasil tem autoridade suficiente para formular este voto, porque foi aqui que se assinou a criação do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), exatamente para a defesa do idioma", disse.

dialogos_lusofonos@yahoogrupos.com.br

22 março 2007

Caminhos e Jardins


Estufa Fria, Parque Eduardo VII, Lisboa

(Perdoem-me a má qualidade das imagens e fiquem-se pelo verde que é uma das muitas cores da Primavera).

"Nem Isto, Nem A´Kilo!"


Nem sou velho
Nem sou novo
Nem vagabundo

Nem sou maltrapilho
Nem sou trapeiro
Nem astronauta

Nem sou abstracto
Nem sou distraído
Nem alfaiate

Nem sou palerma
Nem sou aldrabão
Nem trapaceiro

Não sou palrador
Não sou orador
Nem pastor

Não sou agricultor
Não sou bajulador
Nem caçador

Não sou professor
Não sou carpinteiro
Nem funileiro

Não sou músico
Não sou pugilista
Nem jardineiro

Não sou engenheiro
Nem sou doutor
Mas sonhador eu sou bastante...

Escrito em Luanda, Angola, manuel de sousa, a 21 de Março de 2007, em Homenagem ao Dia da Poesia e a todas as Poetisas e Poetas do Mundo...

21 março 2007

Jardins - Príncipe Real


Mais um jardim e o seu ímpar cedro, autêntica benção para a vista e para a alma, a asinalar o Dia Mundial da Árvore. É também o Dia Mundial da Poesia e para tanto vá mais abaixo, porque até pode ser que goste.

19 março 2007

Tão triste
é o dia em que te não vejo
meu amor,
dobrado sobre mim mesmo
numa absoluta ausência de mim
nó apertado da gravata na garganta
(e logo eu que nunca usei gravata)
músculos distendidos, nervos abandonados
clamo por ti,
esvazio-me de pensamentos
escuro, bruma, zero, nada
será que vai parar o coração?
Respiro.
E agora vou
gostaria de levantar vôo, mas não
eu não sei voar, não saio daqui
onde tudo paira
não vejo como me posso segurar no ar
sinto até medo, mas logo afasto o medo
e tudo paira
encho-me de endomorfinas assim dobrado
sentado, testa apoiada na mão,
olho para o rio, vazio, mas não o rio
e logo desolho
vou para dentro
(entretanto, endireito um pouco a coluna vertebral),
quem está aí?
És tu, respondo (dirigindo-me a mim mesmo)
e tento silenciar-me absolutamente
medito concentrado na respiração
a cabeça pende, o corpo dobra-se de novo
e silencio-me numa nova chegada de bem-estar
no meio de um deserto que permanece, angustiante
medito mais profundamente
e descubro a raiz da meditação,
está aí alguém, pergunto de novo?
Está.
Quem?
(...)
as almas são peregrinos eternos no habitáculo
dos corpos,
deito a cabeça no seu colo e esvazio-me em lágrimas.

Ah, meu rio de palavras que não tens onde desaguar, deixa-me por ora meditar, ganhar forças para atravessar esta tão enorme dor que me é devida.

28/02/2007
(Uma outra Alma)

15 março 2007

Conhece a Igreja de S. Lourenço?

Fica em Alhos Vedros. Sabe onde se localiza esta cidade? E conhece a Igreja de São Lourenço ?

Remonta a fins do séc. XIII, mas da construção primitiva nada resta. A nave da igreja é do séc. XVII, tendo nas paredes azulejos datáveis de 1749, onde se relatam passagens da vida de S. Lourenço (patrono da igreja). Possui um conjunto de várias capelas, S. Sebastião, S. João Baptista, Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora dos Anjos.

Já Alhos Vedros , que tem muito para nos contar desde os tempos do domínio árabe..., foi foral outorgado por D. Manuel I, a 15 de Dezembro de 1514, como resultado da acção política reformadora, empreendida por aquele monarca, no período entre 1496 e 1520. Como tal, faz parte da colecção dos "Forais Novos" ou "Manuelinos", assim designados, para se distinguirem dos "Forais Antigos", concedidos nos primórdios da nacionalidade.
Talvez o Grupo de Amigos da História Local, de Alhos Vedros, nos possa contar mais sobre a história milenar deste município! Fiquei curiosa e com o gosto de "quero saber mais"!

Um abraço,

Margarida
Uberaba, Minas Gerais, Brasil

Fontes:
http://www.geocities.com/alhosved/foralav.pdf
http://www.cm-moita.pt/cmm/patrimonio/index.php?pag=1

Técnicas de Relaxamento e Meditação

Workshop"Técnicas de Relaxamento e Meditação"

Local: S.P.N. (R. Do Alecrim, 38-3º, Lisboa (Metro Baixa-Chiado)
Preço: 20 € # (para quem integrar o grupo numa prática regular o preço é de 10 € cada Workshop)

Datas: Sábados, das 15h00 às 17h30: 7 de Abril; 14 de Abril; 5 de Maio; 12 de Maio; 18 de Maio; 26 de Maio; 9 de Junho; 23 de Junho; 30 de Junho; 7 de Julho; 14 de Julho; 21 de Julho; 28 de Julho.

Este workshop pretende ser um trabalho de grupo contínuo e regular para que a prática se intensifique e surta os melhores efeitos. Máximo de inscrições: 20

Workshop com teoria e prática de: exercícios respiratórios, relaxamento, exercícios taoistas, Tai Chi e Meditação. Através destes exercícios obtemos maior tranquilidade, paz mental, tónus muscular, flexibilidade, equilíbrio interior e exterior, bem estar físico, emocional e mental. Todas elas são práticas simples e eficazes que podemos aplicar no quotidiano, transformando o stress em bem estar, contribuindo para uma melhor saúde.

Material: roupa confortável, meias, 1 manta

Mais informações em www.paulasoveral.net / Cursos
Agradeço a divulgação :)
Paula Soveral
tlm: 93.6423440
www.paulasoveral.net

14 março 2007

(...)
Mais que tudo isto
era Jesus Cristo
e não percebia nada de finanças
nem consta que tivesse biblioteca.

F. Pessoa

13 março 2007


Candomblé

O Candomblé, é uma religião e não uma seita como se quer fazer crer. As suas práticas remotam à África Yórubà (Níger e Nigéria), Fon (Benin) e Bantu (Congo e Angola). A essência desta religião é um panteísmo personificado (deuses da natureza) em heróis históricos que se demarcaram dos demais pela sua capacidade na execução de alguma tarefa, como Ògún, o senhor da guerra, conquistador inigualável.

Estes heróis recebem o nome de Òrìsàs (Orixás) no território Yórubà, Voduns no território Fon e Mukixes-Inkices em território Bantu. O culto em África era indivualizado, isto é, cada divindade era guardiã de uma cidade ou território como Ògún em Ìré, Òsùn em Ìjèsà, etc.

Com a leva de escravos para o Brasil o culto sofreu alterações, formando-se um panteão de deuses nas noites de Senzala e Quilombo. Os deuses passaram a ser louvados num só sìré (louvor), agora que os negros, das diversas nações onde cada divindade era cultuada, estavam agrupados. O objectivo do branco escravagista, ao colocar negros de diversas origens juntos, era evitar as revoltas, mas a verdade é que tal elevou o culto à forma como o conhecemos hoje.

Ao longo dos tempos foram sendo construídos templos (ìylé àsè) como o Ìylé Àsè Àirà Ìntilè, na Bahia, nos primeiros anos da ocupação portuguesa do território.

Fonte: http://apcab.wordpress.com/
in. dialogos_lusofonos@yahoogrupos.com.br

10 março 2007

Mozart por Maria João Pires


O rabo mais lindo...


KISSES FOR YOU...

Cientistas detectam pássaro mafioso

Chama-se Chupim-cabeça-castanha.
Porque outras espécies de pássaros aceitam passivamente que o chupim deixe ovos em seus ninhos e ainda criam os filhotes do parasita? Por que os hospedeiros não jogam os ovos estranhos para fora? A resposta, segundo uma pesquisa científica recente, é: além de aproveitador, o chupim se vale de uma estratégia de intimidação típica do crime organizado. Eis uma estranha notícia publicada pelo jornal brasileiro Estado de S. Paulo, vulgarmente conhecido como Estadã.

LER MAIS...
in, Ciência Hoje, Revista On-line

06 março 2007

Série Caminhos (continua)


A NOITE

Em todos os idiomas europeus, a palavra NOITE é iniciada pela letraN + o número 8...

Português: noite = n + oito
Inglês: night = n + eight
Alemão: nacht = n + acht
Espanhol: noche = n + ocho
Francês: nuit = n + huit
Italiano : notte = n + otto

A letra N é o símbolo matemático de infinito e o 8 deitado também simboliza infinito, ou seja, noite significa, em todas as línguas, a união do infinito!!!

(enviado pela amiga Rute Reis)
(o Mozart é um bom companheiro...)

05 março 2007

Terapia Regressiva

Woolger em Lisboa
Palestra (entrada livre) – 9 de Março

A palestra terá lugar às 21.30 no dia 9 de Março no ISCAL - Av. Avenida Miguel Bombarda 20, Lisboa (perpendicular à Av. da Republica, metro Saldanha ou Campo Pequeno),
O workshop terá lugar nos dias 10 e 11 de Março no mesmo local, entre as 9:30 e as 19:00 horas (com intervalo para almoço entre as 13:30 e as 15:00).

ROGER WOOLGER (PhD), pioneiro da Terapia Regressiva dará formação vivencial e teórica em Lisboa. Apresentará as fundações do seu método, Deep Memory Process , e fará demonstrações. Curso inédito em Portugal, aberto ao público com tradução integral.


VER MAIS EM:

04 março 2007


Estórias do Arco da Velha

A mim não me enganas tu
A mim não me enganas tu,
a panela ao lume e o arroz está crú.

(modinha popular, ecos da infância)

Alumínio, útil e... mortal

Se seu cabelo está caindo, desconfie do alumínio... Este metal, quando está excessivo no organismo, provoca grande oleosidade no couro cabeludo, que vai sufocar a raiz dos cabelos.

Usar xampus contra a oleosidade ajuda, mas se você não eliminar a causa,vai perder muito cabelo. Muitas vezes, a queda de cabelos vem acompanhada de dormências ou formigamentos quando se fica na mesma posição (com as pernascruzadas, por exemplo). Além dos seus cabelos, todo o seu organismo está sendo prejudicado: o alumínio deposita-se no cérebro, causando o mal de Alzheimer (esclerose mental precoce) e expulsa o cálcio dos ossos,produzindo a osteoporose.

Esse cálcio vai se depositar em outros lugares, produzindo bursite, tártaro nos dentes, bico de papagaio, cálculos renais... E também vai para dentro das suas artérias, estimulando a pressão alta e a possibilidade deisquemias cardíacas (infarto), cerebrais (trombose) e genitais (frigidez e impotência).

Para o Dr. Mauro Tarandach, da Sociedade Brasileira de Pediatria, está bemclaro o papel do alumínio nas doenças da infância, graças ao avanço da biologia molecular no que tange ao papel dos oligoelementos na fisiologia e na patologia. Os sintomas clínicos da intoxicação por alumínio nascrianças, além da hiperatividade e da indisciplina, são muitos: anemia microcítica hipocrômica refratária ao tratamento com ferro, alterações ósseas e renais, anorexia e até psicoses, o que se agrava com a continuidade da intoxicação.

Atualmente se utiliza a biorressonância para avaliar o nível doalumínio e outros metais. O método é muito menos dispendioso, podendo ser utilizado no consultório ou na casa do paciente.
E como é que o alumínio entra no organismo? Através das panelas dealumínio, por exemplo, que vêm sendo proibidas em muitos países do mundo.


Na Itália, famosa por seus restaurantes, nenhum deles pode usar essaspanelas, devido à proibição do governo italiano. É que as panelas de alumínio contaminam a comida intensamente. Para você ter uma idéia: pesquisa da Universidade do Paraná demonstrou que as panelas vendidas no Brasildeixam resíduos de alumínio nos alimentos que vão de 700 a 1.400 vezes acima do permitido. Isso só ao preparar a comida. Se esta ficar guardada na panela por algumas horas, ou de um dia para o outro, este valor pode triplicar ou quintuplicar.

Viu por que vale a pena trocar de panelas? Mas não é só. Sabe as latinhas de refrigerantes e cervejas, hoje tão difundidas no Brasil?

Pesquisa do Departamento de Química da PUC demonstrou que elas não são fabricadas de acordo com os padrões internacionais. Em conseqüência, seu refrigerante predileto pode conter quase 600 vezes mais de alumínio do que se estivesse na garrafa.

E além do alumínio, foram demonstrados pelo mesmo estudo mais 12outrosmetais altamente perigosos para a saúde nessas latinhas, como o manganês, que causa o mal de Parkinson, o cádmio, que causa psicoses, o chumbo, encontrado no organismo de muitos assassinos, e outros.

Que tal? Prefira as garrafas, tá?
Descoberto em 1809, o alumínio é um metal muito leve (só é mais pesado
do que o magnésio) e já foi muito caro. Naquela época, Napoleão III, imperador da França, pagou 150 mil libras esterlinas (mais ou menos 300 milreais) por um jogo de talheres de alumínio. Esse metal tem espantosaversatilidade, sendo utilizado em muitas ligas metálicas.


Depois do aço, é o metal mais usado no mundo, seja em panelas, embalagens aluminizadas, latas de refrigerantes e cervejas, antiácidos e desodorantes antitranspirantes, assim como vasilhames para cães e gatos comerem e beberem. Nestes, pode causar paralisia dos membros posteriores que leva ao sacrifício precoce dos animais.

Em suma, o alumínio é muito útil...porém mortal.

Dr. Sérgio Teixeira
(enviado pela amiga Paula Soveral)

01 março 2007


"Raio de Liberdade Eterna"

Um dia serei totalmente livre
Serei eu o eu verdadeiro
Ser feito sem pó ou água
Feito sómente do que é
Espírito puro e Alma...

Nesse tempo não estarei mais preso
Deixarei de ter grilhetas físicas
Desertarei deste deserto de desejos carnais
Completar-me-ei de luz
Passarei a andar sem destino definido

Em tal momento hei-de tão só ser pensamento
Pensarei em tudo e mais alguma coisa
Não terei limites alguns que sejam
A eternidade será o meu Universo ilimitado
Viajarei permanentemente na forma de ideias

Então terei alguma necessidade de recorrer à memória
Lembrar-me-ei de lembranças de aves voando
Ver-me-ei no vôo planado do imponente Condôr
Aproveitarei o vento para reviver novos sonhos
Viverei no centro das Galáxias e brilharei no meio das Estrelas...

Como um autêntico Coração Cósmico...
Deixando de ter vontade de voltar a ser Homem ou Ser
Como uma verdadeira Consciência Astral...
Sem nunca mais ter necessidade de materializar iras
Como um raio Infinito de Amor Divino...

Aos que livres são, não importa o quê!...
Escrito por manuel de sousa, em Luanda, Angola, a 25 de Fevereiro, em Homenagem aos que recriam e ensinam a viver a liberdade aos que ainda não o sabem fazer e que, ainda, vivem longe dela e em medo de a ela se achegar e abraçar livremente..., pois, mesmo quando o corpo e o estado físico são por si limitadores, a mente, voa livre pelo vasto Universo do Ser e do Pensamento Consciente, recriando em nós belos sentimentos criativos e fazendo de nossos interiores desabrochar nobres actos de sensibilidade e suprema inspiração...