14 fevereiro 2006

Diálogos Lusófonos

Amigos,

Segue um comentário colocado no meu blog "A Falar (Português...) É Que A Gente Se Entende" e a respectiva resposta colocada como post (entrada) com o título "Metamos a língua nos textos..."

""""""
Lucas Monteiro disse...
Vocês de Portugal não gostam de repetir que nós brasileiros falamos o mau português? Então, enfiem o seu bom português no cu que nós brasileiros vamos falar de agora em diante em bom brasileiro .


"""""""
Amigo Lucas Monteiro,

Obrigado por ter expressado a sua opinião (em bom português...).
O título do blog "A Falar (Português...) É Que A Gente Se Entende" não faz diferença entre o português de Portugal e o português do Brasil; e também não faz diferença entre estas duas variantes e as variantes de todos os outros falantes da língua pelo mundo fora, quer eles façam ou não parte da Comunidade De Língua Portuguesa.

Como deve saber, a língua portuguesa nasceu na Galiza, um estado espanhol no qual a esmagadora maioria do povo pretende que fala (e quer falar...) a língua portuguesa; sentem-se amordaçados pelas imposições espanholas que os querem obrigar a falar castelhano ou, em alternativa, uma espécie de portunhol, do qual eles têm asco e renegam diàriamente.
Como deve saber, os timorenses liam e estudavam português às escondidas e à luz da vela, para que não fossem descobertos pelos ocupantes indonésios, que viam ali uma força tremenda a dificultar-lhes os desígnios de uma unidade que eles queriam, por força, implantar. Eu, como português que sou, tenho muito orgulho em que a língua da minha pátria se tenha difundido a ponto de ser hoje falada por mais de 250 milhões de pessoas em todos os cantos do mundo, incluindo terras e gentes das mais inusitadas.
Os galegos insistem em falar português, pois reconhecem na sua terra a mãe desta nobre e bela língua, desta Flor do Lácio, desta língua que tem dado extraordinárias páginas da literatura mundial, como as escritas por Camões, Jorge Amado, Saramago, Pepetela, Agostinho da Silva, Fernando Pessoa, entre muitos outros que, pelo seu grande número seria fastidioso enumerar, embora fosse um fastio de grande nobreza.
Embora hajam discordantes, tenho a certeza que o povo brasileiro, a maior parte do povo brasileiro, comunga desta esperança de concretizar um dia, num futuro talvez longínquo, um sonho acalentado por gandes pensadores lusófonos de todas as latitudes: Um mundo mais solidário, mais aberto e mais fraterno; um mundo em que as pessoas se entendem...
A Falar Português...

Um abraço
Carlos Pereira


''''''''''''''''''''''''

Inteiramente de acordo Carlos Pereira. Belo texto.

Só não percebo donde vem a ideia desse amigo Lucas Monteiro quanto aos Brasileiros falarem o mau Português. Nada mais injusto. A Língua Portuguesa falada no Brasil é a forma mais bonita que conheço. E esse é, sem dúvida, o grande mérito dos brasileiros, conseguirem dar á Língua Portuguesa uma tão grande beleza, o que leva a pensar ter sido essa a principal razão porque Ela os escolheu a eles...

Felizmente que nem todos têm a opinião do amigo Lucas, porque seria lamentável estarmos de costas voltadas. Ainda ontem ouvi Gilberto Gil, o Ministro da Cultura do Brasil, dizer que lá no Ministério todos estão sintonizados com o pensamento de Agostinho da Silva, o grande visionário Luso-Brasileiro da Lusofonia, onde Ela, sem dúvida, aparece no seu melhor.

mais Aquele Abraço,
luis santos.

2 comentários:

Lucas Monteiro disse...

Para provar que é comum essa mentalidade entre os portugueses de achar que o português certo ou correto é só o de Portugal, coloco abaixo alguns elos para artigos de blogs portugueses que tratam do assunto:

http://sao-so-coisas.blogspot.com/2005/09/mau-portugus-que-como-quem-diz.html

http://devagar.blogspot.com/2006/01/portugal-um-pas-com-r.html

http://sesimbraeventos.blogspot.com/2006/01/lngua-portuguesa-desfigurada.html

http://assertivo.blogspot.com/2005/11/invaso-das-tnias-e-das-andreias.html

http://beicinho.blogspot.com/2005/11/desespero.html

Estes são apenas alguns exemplos encontrados com facilidade em qualquer blog português mas muito mais asneira sobre o mesmo tema pode também ser encontrada nos tablóides portugueses e em páginas portuguesas na internet basta consultar o Google ou qualquer outro buscador.

Porém comparados com os africanos os portugueses nem são assim tão maus. Vejam por exemplo este artigo hilário publicado em um tablóide angolano de quinta categoria em que angolanos e portugueses demonizam as novelas brasileiras por estarem causando danos à língua portuguesa:

http://www.angonoticias.com/full_headlines.php?id=8200

Agora sinceramente depois de ler todas essas besteiras vocês acreditam que algum brasileiro vai ter simpatia pela língua de vocês? Eu quero mais é que portugueses, angolanos, moçambicanos, caboverdianos e todo o resto vá a merda.

É só uma questão de tempo pra língua brasileira ser oficializada e ai vocês vão poder ficar aí esquecidos sibilando o seu bom português na periferia da Europa até desaparecerem ou acabarem engolidos pela Espanha.

Edições Casa de Estudos de Alhos Vedros (CEAV) disse...

Sr. Lucas
Os Portugueses não têm todos a mesma opinião, tal como nem todos os brasileiros são violentos e mal educados. Tem alguns casos, não é verdade?
Quanto à oficialização da Língua Brasileira, saiba, que foi a primeira vez que ouvi falar no assunto e, devo dizer-lhe que não me parece má ideia.
Assim, o espaço Lusófono contará com várias Línguas riquíssimas: o Português, o Brasileiro, Angolano, Moçambicano, Sâo Tomense, Guineense, Caboverdiano e Timorense.
Depois veremos o que acontecerá à Língua Portugues nas várias Comunidades espalhadas pelo Mundo. E já estou mesmo a ver que, depois de Portugal se extinguir, só mesmo a Galiza falará o Português.

aquele abraço,
luis santos.