26 abril 2006

Fala-se português no Senegal




Cerca de 14 mil alunos, distribuídos por mais de 50 estabelecimentos de ensino espalhados por todo o Senegal e onde leccionam cerca de 125 professores, garantem uma forte presença da língua portuguesa nesse país francófono, que é o Senegal. Tendo-se iniciado no ensino secundário senegalês, por decisão do então presidente Leopold Senghor, está hoje presente não só a nível do ensino superior como a nível da formação de professores.

Se a nível do secundário a língua portuguesa passou a integrar o sistema de ensino senegalês a partir de 1961, ela passaria, entretanto, a ter estatuto superior quando, em 1972, o Departamento de Românicas da Faculdade de Letras da Universidade Cheikh Anta Diop acolheu uma Secção de Português.

Tendo essa secção arrancado com apenas três estudantes, e tendo à frente o pioneiro Pinto Bull, hoje a licenciatura em Estudos Portugueses conta com quase 700 alunos inscritos, além de 300 alunos de outros departamentos que têm o português como disciplina opcional.

As explicações para esse interesse pela língua portuguesa são muitas, sendo uma delas o facto de, como o francês, ser uma língua românica, razões de vizinhança com a Guiné-Bissau, a presença de uma significativa comunidade de guineenses e cabo-verdianos, que falam um crioulo com base lexical portuguesa e, em termos históricos, a presença de portugueses nessa região.

Fonte: Jornal de Letras – Edição de 12 a 25 de Abril de 2005

3 comentários:

Anónimo disse...

no senegal fala-se o françes pq é uma lingua romantica por ex:o portugues é um idioma romantico.

***.lany.***

Anónimo disse...

no senegal fala-se o françes pq é uma lingua romantica por ex:o portugues é umidioma romantico que os senegaliensse gosta de falar a lingua portuguesa.
epero k eu possa te ajdar pq eu ja fiz um trabalho assim.
fmz
bjs
***myryam lany***

luis santos disse...

Obrigado pelo comentário.

Manda-nos notícias do Senegal e da Língua Portuguesa no Senegal.