11 setembro 2006

Mussulo


desenho, misto de caneta de feltro e aquarela,
de Francisco Amorim - Rio de Janeiro

Este desenho do Mussulo foi feito ainda antes da famosa e corajosa travessia do Atlântico, entre o Brasil e Angola, que na altura reportámos aqui.

6 comentários:

Henrique Salles da Fonseca disse...

O que teremos que fazer para convencermos o Francisco Gomes de Amorim a voltar a pintar?
No meu blog "A bem da Nação" publico o autoretrato dele nos artigos que me oferece para edição e há dias, na visita que nos fez em Lisboa, ofereceu-me uma aguarela da porta em que morreu entalado o Martim Moniz no Castelo de S. Jorge. Também já publiquei essa aguarela no blog. Vão lá ver em http://abemdanacao.blogs.sapo.pt

Henrique Salles da Fonseca disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Henrique Salles da Fonseca disse...

Juntemos esforços para convencermos o Francisco Gomes de Amorim a voltar a pintar. No meu blog "A bem da Nação" em http://abemdanacao.blogs.sapo.pt/ publiquei o autoretrato dele e uma aguarela que me ofereceu durante a sua recente visita a Lisboa sobre a porta em morreu entalado o Martim Moniz no Castelo de S. Jorge.
Ele é um pintor notável que não podemos perder.

Edições Casa de Estudos de Alhos Vedros (CEAV) disse...

É incrível o Francisco. Meter-se naquela viagem com a sua idade... é preciso muita corage. Fui ao A Bem da Nação, mas não consegui ver o Martim Moniz e o Castelo de S. Jorge. Será que pode mandar um link?
Abraço,
Luis Santos.

Nádia Chaia disse...

A impressão que tenho é que o Francisco já nasceu com um pincel nas mãos e frascos de tinta ao lado. Consegue captar nuances só possíveis com alma de artista nato.

Edições Casa de Estudos de Alhos Vedros (CEAV) disse...

É um privilégio termos acesso ás suas pinturas.