25 outubro 2006

Legumes ajudam a preservar a memória



É a conclusão de um estudo liderado por Martha Clare Morris2006-10-24
O consumo de legumes, e não de fruta, contribui para diminuir a neuro-degenerescência cerebral nas pessoas idosas, indica um estudo hoje publicado nos Estados Unidos. Segundo a investigação, "as pessoas que consomem pelo menos 2,8 porções de legumes por dia retardam em cerca de 40 por cento o ritmo de diminuição das suas capacidades de memorizar, em comparação com as que consomem menos de um porção por dia". Esta travagem da neuro-degenerescência é equivalente a "um prolongamento por cinco anos das capacidades mentais plenas", escreve a principal autora do estudo, Martha Clare Morris, na edição de hoje da revista Neurology.

(in, Ciência Hoje, http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=9381 )

3 comentários:

Anónimo disse...

Este bloge merece ser visitado.
Vê-se que é feito por pessoas inteligentes e sensíveis às coisas da alma.

Paula Soveral disse...

Sim, é verdade. Mas devemos tb comer fruta, i.e., o máximo de alimentos crus e biológicos, pouco cozinhados, não reaquecidos e não congelados; quanto mais se aquece, congela e reaquece mais nutrientes se destróiem. Também os cereais integrais, ricos em vitaminas, sais minerais, proteína, etc., devem acompanhar essas 6 a 8 porções de legumes diários. Entenda-se por cereais integrais: arroz, cevada, centeio, trigo, quinoa, amaranto, etc., integrais, ou seja, não branqueados (como os de uso corrente e que são só amido) e não as caixas de cereais cheios de açucar que se vendem para os peq.almoços!

luis santos disse...

Obrigado pelos conselhos que me parecem muito valiosos.