06 julho 2009

De Mão Dada

O escritor, poeta, treinador de ténis de mesa, candidato, dirigente associativo, organizador de feiras do livro, agricultor nas horas vagas, Leonel Coelho, autografando o seu último livro "De Mão Dada", onde vem um poeminha que diz assim:

ESBOÇO
Vamos fazer um poema
Quem é que dá o tema?
Dou eu.
E qual é o lema, perdão o tema.
Nós e os outros.
Como assim?
Os outros somos nós
E nós somos os outros
Então está feito este poema sem jeito
Vá lá todos
Os outros somos nós todos
Ponto final e amanhã logo se verá.
23/9/2008
Foto: lcs

3 comentários:

Anónimo disse...

Bom, amanhã logo se verá, hoje... resta-nos dar as mãos.
bjs de boa noite

M. João disse...

Parabéns, mais uma vez, ao Amigo Leonel.

É adorável este "velho" pisano (como às vezes gosto de lhe chamar), principalmente quando se decide a libertar a criança que traz dentro do peito.

Que ele nos continue a brindar com estes presentes por muitos e bons anos.

Parabéns, também, pela homenagem que aqui lhe prestas.

m.j.

luis disse...

Obrigado a ambos e, aqui e agora, já seguir, futuro cheio de passado, logo se verá.