13 junho 2009

O número Phi

Em 1200... Leonardo Fibonacci um matemático que estudava o crescimento das populações de coelhos criou aquela que é provavelmente a mais famosa sequência matemática, a Série de Fibonacci.

A partir de 2 coelhos, Fibonacci foi contando como eles aumentavam a partir da reprodução de várias gerações e chegou a uma sequência onde um número é igual a soma dos dois números anteriores: 1 1 2 3 5 8 13 21 34 55 89...
1+1=2
2+1=3
3+2=5
5+3=8
8+5=13
13+8=21
21+13=34
E assim por diante.

Aí entra a 1ª "coincidência". A proporção de crescimento média da série é... 1,618. Os números variam, um pouco acima às vezes, um pouco abaixo mas a média é 1,618. Então, essa descoberta de Fibonacci abriu uma nova ideia de tal proporção que os cientistas começaram a estudar a natureza em termos matemáticos e começaram a descobrir coisas fantásticas.
-A proporção de abelhas fêmeas em comparação com abelhas machos numa colmeia é de 1,618;
-A proporção que aumenta o tamanho das espirais de um caracol é de 1,618;
-A proporção em que aumenta o diâmetro das espirais das sementes de um girassol é de 1,618;
-A proporção em que se diminuem as folhas de uma árvore à medida que subimos em altura é de 1,618;
-E não só na Terra se encontra tal proporção. Nas galáxias as estrelas distribuem-se em torno de um astro principal numa espiral obedecendo à proporção de 1,618.

Por isso, o número Phi ficou conhecido como A DIVINA PROPORÇÃO.

Bom, por volta de 1500 com o Renascentismo, Michelangelo e principalmente Leonardo da Vinci, grandes amantes da cultura pagã, colocaram esta proporção natural nas suas obras. Mas da Vinci foi ainda mais longe. Ele como cientista, utilizava cadáveres para medir a proporção do seu corpo e descobriu que nenhuma outra coisa obedece tanto à DIVINA PROPORÇÃO como o corpo humano... obra prima de Deus. Por exemplo:
-Meça a sua altura e depois divida pela altura do seu umbigo até o chão; o resultado é 1,618.
-Meça o seu braço inteiro e depois divida pelo tamanho do seu cotovelo até o dedo; o resultado é 1,618.
-Meça os seus dedos, ele inteiro dividido pela dobra central até a ponta ou da dobra central até a ponta dividido pela segunda dobra. O resultado é 1,618;
-Meça a sua perna inteira e divida pelo tamanho do seu joelho até o chão. O resultado é 1,618;
-A altura do seu crânio dividido pelo tamanho da sua mandíbula até ao alto da cabeça. O resultado 1,618;
-Da sua cintura até a cabeça e depois só o tórax. O resultado é 1,618;(considere erros de medida da régua ou fita métrica que não são objectos acurados de medição).

Tudo, cada osso do corpo humano é regido pela Divina Proporção.Coelhos, abelhas, caramujos, constelações, girassóis, arvores, artes e o homem. Coisas teoricamente diferentes, todas ligadas numa proporção em comum.

Até hoje essa é considerada a mais perfeita das proporções. Meça seu cartão de crédito, largura / altura, seu livro, seu jornal, uma foto revelada. Encontramos ainda o número Phi nas famosas sinfonias como a 9ª de Bethoven e em outras diversas obras.

Então, tudo isso será uma coincidência?...Ou será prova do conceito de Unidade que existe entre todas as coisas?

(texto enviado por um amigo)

1 comentário:

Marchalenta disse...

Ótima explicação desse fascinante número! já havia ouvido falar disto no livro "O Código da Vinci."