25 novembro 2007

O Caminho, a Lua Cheia e o Cavalo Branco


6 comentários:

philos disse...

Que caminho tão bonito!

Estudo Geral disse...

Eu também gosto muito. Fica mesmo à saída da minha casa.

Anónimo disse...

A beleza do caminho está nos olhos que o vêem.
A ironia apenas abriga o desencanto e é cumplice do desprezo

EF

philos disse...

O desencanto vem de vermos tanta beleza, onde por vezes esta não existe, a não ser na nossa fértil imaginação de pessoas que não sendo ingénuas, são por vezes crédulas.

EFULGENTE PLENITUDE disse...

A cavalo para a Lua

philos disse...

Que conversa mais interessante!
Já tive caminhos assim, só para mim e continuo a tê-los, no momento em que os percorro. Uns perto, outros nem tanto, da minha humilde casa.